Uma pequena mudança no Prato, uma grande mudança no Planeta

Ex.mo Secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres:

Uma pequena mudança no prato
Uma grande mudança para o planeta

Ex.mo Secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres,

A emergência climática é uma realidade que definirá a presente geração da Humanidade. E também uma oportunidade para nos unirmos em torno do objetivo comum de preservar a natureza e os ecossistemas que sustentam a vida. Esta é a batalha da sua vida, e a nossa também.

Tal como V.ª Ex.ª referiu no relatório mais recente da ONU (2021) – “Fazer as Pazes com a Natureza” -, é urgente repensarmos a forma como produzimos os alimentos, e fazermos uma gestão coletiva mais ponderada dos recursos terrestres, como a água, os solos e os oceanos. Mas a responsabilidade por esta transformação não pode recair apenas nos ombros de figuras abstratas como os estados ou as corporações. Na nossa visão, esta responsabilidade cabe a todos nós e pode ser assumida em pequenas mudanças individuais.

Pequenas mudanças no nosso prato podem significar grandes mudanças para o clima. Conforme referido pelo Programa da ONU para o Meio Ambiente, as alterações nos hábitos alimentares – especialmente nos países desenvolvidos, onde o consumo de carne e laticínios produzidos com base no uso intensivo de energia e água é elevado – reduziria a pressão sobre a biodiversidade e o sistema climático. A indústria pecuária e o consumo de alimentos de origem animal estão, conforme várias entidades e relatórios têm realçado, entre os fatores que mais contribuem para a emissão de gases poluentes com efeito de estufa, estimando-se que o setor seja responsável por, pelo menos, 14% do total das emissões globais.

 

Por outro lado, uma alimentação de base vegetal é uma das formas mais eficazes de mitigar a nossa pegada ecológica. Uma transformação da alimentação humana, no sentido de incluir predominantemente proteína de origem vegetal, pode reduzir as emissões globais de gases com efeito de estufa até 20% e aproximar-nos das metas do Desenvolvimento Sustentável estabelecidas no Acordo de Paris. Trata-se de uma solução de baixo custo e elevado impacto, ao alcance de todos.

Lançamos, portanto, a V.ª Ex.ª o desafio de liderar pelo exemplo individual, aceitando dar um passo significativo no sentido de adotar uma alimentação de base vegetal. Esta pequena ação tem o potencial de causar uma enorme diferença e servir de exemplo para todos, sejam os nossos netos, os jovens de todo o mundo, ou outros líderes mundiais.

1 Making Peace with Nature, United Nations Environment Programme:  https://www.unep.org/resources/making-peace-nature

2 Ibidem.

3 Special Report – Climate Change and Land, Intergovernmental Panel on Climate Change: https://bit.ly/3eXQFFl

4 Livestocks Long Shadow, Food and Agriculture Organization of the United Nations: http://www.fao.org/3/a0701e/a0701e00.htm

5 Food Planet Health – Healthy Diets from Sustainable Food Systems. EAT -Lancet Commission: https://eatforum.org/eat-lancet-commission/eat-lancet-commission-summary-report/

6 Making Peace with Nature, United Nations Environment Programme:  https://www.unep.org/resources/making-peace-nature

7 Special Report – Climate Change and Land, Intergovernmental Panel on Climate Change: https://bit.ly/3eXQFFl

JUNTA-TE A ESTE APELO!

Ex.mo Secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres

Desafiamo-lo a dar um passo simbólico, no sentido de adoptar uma alimentação de base vegetal, com medida de combate às alterações climáticas.

0 de 15.000 assinaturas
7201 / 15.000
AJUDA A DIVULGAR A MENSAGEM:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Apoia esta petição ao enviar o logo da sua empresa ou organização. Contacte-nos em info@pleadforplanet.com
Os logos devem ser vetorizados, com alta qualidade e fundo transparente.